O cheiro da chuva

A beleza do amor, como o cheiro da chuva, é uma qualidade que não lhe é própria. Para existir cheiro, é preciso o encontro da chuva com a terra; para existir beleza, é preciso o encontro do amor com a pessoa amada. Caso contrário, nas duas situações, só o que resta são gotas sem significado caindo de nuvens ou de olhos.

Anúncios

A graça da vida não está em dirigir. Está no destino, no motor, no combustível ou em quem estiver sentado no banco do carona.

Vida

       A vida é essa menina que ainda não sabe que um dia será a mais bonita e sorridente. Que, por enquanto, é só a garotinha que fala errado, anda engraçado, sem o dente da frente.